Fechar



Painel

Observatrios

Argumentrio do Projecto CS&SC

Print E-mail
Written by Tereza Ventura   
Sunday, 14 June 2009 16:16

Reflectir para opinar! E decidir?

Subvertendo um tanto as velhas mximas chinesas, afirmo com toda a convico que o que aprendi com os nossos filhos e netos tanto, que devem considerar-se, de facto, responsveis por algum acrscimo de sabedoria me ter vindo com a idade!

Pois recentemente foi a vez do meu neto Simo me levar a reflectir sobre como se partilha a deciso e, em ltima instncia, se pratica a democracia.

Para vos situar devo, antes do mais, apresentar-vos o Simo: 6 anos feitos em Agosto, vivendo h 4 anos na Sua, filho de pai suo e me portuguesa. Um menino alegre e reflexivo, desde sempre interessado em ver e ouvir e feliz por opinar.

SimoO Simo aprendeu muito cedo a ler, contar e resolver problemas, seguindo de perto o Lucas, seu irmo, um ano mais velho.

Neste semestre, a sua professora achou que ele participava pouco nas aulas e alertou a psicloga. Analisado o caso e contactados os pais, aperceberam-se ento de que, tendo adquirido cedo competncias de mais velho, a permanncia numa classe da sua idade estaria, eventualmente, a desmotiv-lo.

Alguns dias depois o Simo contou me que a professora lhe perguntara se estava interessado em frequentar umas aulas da primeira classe, "em estgio", para ver se gostava mais. "Vais fazer trabalhos com os outros meninos, mais crescidos, mas podes voltar para esta classe se preferires", explicou a professora. "E que disseste tu, Simo?" - perguntou a me. "Disse que vou pensar." E foi, a cantarolar, para o jardim.

Entretanto a me foi tambm contactada e tudo lhe foi explicado pela professora. Nomeadamente a sequncia possvel, no ano seguinte.O Lucas, protector, prometeu ajudar. E a proposta foi tambm debatida, em Lisboa, entre tios e avs...

Ler verso integral em PDF Ler artigo completo clicando aqui e s depois comente!